homecontato


XANGÔ
O Senhor do Fogo Oculto

 
Oxalá | Xangô | Yori | Yorimá | Yemanjá | Oxossi | Ogum
 

Na natureza qualquer energia só pode ser transformada se houver motivo justo para isso. É necessário que uma força chamada justiça atue para que seja dado o arranque na força da transformação. É a força da justiça que coordena toda a lei cármica que afere o nosso estado espiritual, ou seja, ajusta o padrão energético que é revelado nas formas e emanações da luz espiritual. É ainda chamada de força dirigente da alma e movimento de vibração da energia oculta.

XANGÔ é o fogo latente na pedra, e ao mesmo tempo, a própria pedra em que se buscam os seus atributos que são: rigidez, implacabilidade e estabilidade. Isto equivale  a dizer  que:
- não cede nem à flexão e nem à pressão
- julga de forma severa
- e finalmente estabelece a ordem tranqüilizadora

Portanto esta vibração nos adverte que sua presença é necessária para que haja a verdadeira estabilidade e fortalecimento na alma, individual e universal.
Os símbolos que identificam esta falange são os machados de duplo corte, que significa a alma em busca de equilíbrio, e a balança que significa a justiça de OXALÁ. Esses símbolos carregam a força e o poder.

XANGÔ representa para o homem o SEGUNDO RAIO CÓSMICO - A SABEDORIA, que rege o chacra cardíaco.

O significado mágico do seu nome está na formação da palavra
XA = Senhor, Dirigente;
ANGÔ = AG + NO = Fogo Oculto
GÔ = Raio, Alma

Portanto, XANGÔ, equivale a SENHOR DO FOGO OCULTO, SENHOR OU DIRIGENTE DA CENTELHA DIVINA (a centelha que inicia o fogo).

É sobre esta linha de força espiritual que se agrupam todos os espíritos que coordenam a lei de causa e efeito, decorrente da lei cármica como alicerce do mundo, e se manifestam na forma de caboclos, mesmo com suas origens sejam orientais.

 

Suas LEGIÕES :

1. XANGÔ KAÔ
2. XANGÔ ALAFIM
3. XANGÔ ALUFAM
4. XANGÔ AGODÔ
5. XANGÔ AGANJU
6. XANGÔ ABOMI
7. XANGÔ DJACUTÁ

 

Ervas para banho - manjericão roxo, folhas e fruto de romã, cavalinha, levante, guiné, folhas e fruto da ameixeira, folhas de limão, folhas de mangueira, folhas da goiabeira, folhas de uva, folhas de beterraba, babosa, guiné, levante, lírio, violeta, folhas da ameixeira, etc.

Amaci - água de mina, levante, manjericão roxo, cravos brancos.

Cor das Guias e Velas - marrom e branco, guia de pedras roladas (mocam).

Saudação - CAÔ CABECILE!

Planeta Regente - Júpiter

Arcanjo - Arcanjo Saquiel

Data de Comemoração - Conforme Vibração

Dia da Semana - Quinta-feira

Representa para o ser humano o segundo raio cósmico -

Cor Vibratória - marrom / branco

Chácra correspondente - Cardíaco

Pedra correspondente - Topázio

Local para oferendas ou encontro vibracional - conforme a vibração

Ponto Cabalístico ou Ponto Riscado -

 

Sincretismo -

  • SÃO JERÔNIMO - XANGÔ KAÔ, é o principal e mais cultuado como dirigente desta linha. Saudação em 30/09
  • SÃO PAULO - XANGÔ ALAFIM saudação em 29/06
  • SÃO PEDRO - XANGÔ ALUFAM saudação em 29/06
  • SÃO JOÃO BATISTA - XANGÔ AGODÔ saudação em 24/06
  • SÃO JOAQUIM - XANGÔ AGANJU saudação em 26/07
  • SANTO AGOSTINHO - XANGÔ ABOMI saudação em 28/08
  • SÃO TIAGO - XANGÔ DJACUTÁsaudação em 25/07
  1. Xangô Kaô = São Jerônimo em 30/09
    Também conhecido como Xangô Velho. Vibra na cor marrom escuro, simbolizando a pedra antiga na qual foi assentada a justiça, evidenciando a sabedoria que só o tempo e a experiência coroam. Ele atua na pedreira sobre a qual está assentado o campo florido que recebe as obrigações de Oxalá. O material normalmente usado em suas obrigações consta de pano marrom com bordas brancas, vela marrom, charutos, cerveja preta, lírios ou rosas brancas.



  2. Xangô Alafim - Echê = São Paulo em 29/06
    Esta legião trabalha nas pedras solitárias dos caminhos ou das matas que servem de assento a viajantes ou caçadores cansados, como os convidando à meditação que leva a sabedoria na busca de soluções para os impasses da vida. Suas vibrações auxiliam oradores, intelectuais, juristas e juízes, pois defendem integralmente a pureza moral. Aceitam obrigações nas pedras solitárias e suas cores vibratórias são o marrom e branco, o material utilizado e semelhante ao de Xangô Kaô.



  3. Xangô Alufam = São Pedro em 29/06
    Esta legião trabalha nas pedras dos rios, dos mares, cachoeiras, lagos e fontes. Xangô Alufam é considerado o protetor dos pescadores e responsável pela diretriz dos desencarnados, pois possuem as chaves do céu. Vibra nas cores brancas e marrons, simbolizando a água e a pedra. Aceita obrigações em todas as pedras que estejam em contato com a água.




  4. Xangô Agodô = São João Batista em 24/06
    Legião dos caboclos que trabalham nas pedras e que estão dentro dos rios, nos seixos rolados, nas pedras iniciáticas e na pedra batismal. Aceita obrigações nas pedras dos rios, sendo utilizados os mesmos materiais que os anteriores, normalmente utilizando pano branco com bordas brancas bem largas.




  5. Xangô Aganjú = São Joaquim avô de Jesus em 26/07
    Esta legião trabalha na pedra da cachoeira, simbolizando a harmonia entre o amor e a justiça. Ou entre as esposas Oxum e o marido Xangô, ou ainda a harmonia conjugal, que abençoa a família. Aceita obrigações na pedra da cachoeira, o material utilizado é semelhante aos anteriores acrescentando-se a presença da vela azul escuro para Oxum.




  6. Xangô Abomi = Santo Agostinho em 28/08
    É a legião de caboclos que trabalham nas montanhas de pedra ou cadeias de montanhas interligadas, serras, etc. Sua força é muito solicitada nas horas de aflição, quando se perde algo, além de proteger o casamento. Quando se pede a proteção para o casamento, assenta-se uma vela azul claro oferecida a Yemanjá, além do material utilizado para as obrigações anteriores.




  7. Xangô Djacutá = São Tiago em 25/07
    É a legião mais conhecida como a do Deus Trovão e Senhor dos Raios, Coriscos e Meterioritos. Djacutá também significa pedra. É o comandante dos caboclos que trabalham na pedra do raio, simbolizando a justiça que vem do alto, ou seja, a justiça cósmica que vem do Deus Criador. Sua força é muito solicitada nas horas de aflição causadas por injustiças provocadas por outras pessoas. Aceita obrigações é semelhante ao de Xangô Kaô, incluindo-se uma vela branca oferecida ao Orixá Tempo.




 

Alguns assentamentos para Xangô podem conter quiabo batido com azeite de oliva, mamão com mel, dependendo da entidade que solicita e a direção de trabalho. Após alguns anos, dependendo da evolução de trabalho, o caboclo de Xangô pede camélia branca, para fortalecimento dos laços vibratórios.

Outro símbolo de Xangô é a estrela de seis pontas, associada com a sabedoria de Salomão.

 

Elizabeth Miriam N.Passos
Diretora Espiritual FSMYBZ

 

Topo


 

 

Oxalá | Xangô | Yori | Yorimá | Yemanjá | Oxossi | Ogum


   
KimDesign